terça-feira, 6 de março de 2012

Semana da Leitura - encontro com Pedro Querido

No dia 1 de Março, para assinalar a abertura da Semana da Leitura, a biblioteca escolar de Santa Catarina, marcou encontro com Pedro Querido, um jovem autor, ex-aluno desta escola, para apresentação aos alunos do 9º ano, do seu livro de poesia “A Pia transbordou”. Pedro Querido, falou abertamente sobre o seu percurso estudantil, contou aos alunos que desde muito cedo se interessou pela escrita e que a sua curta passagem e vivências na cidade de Lisboa, o inspiraram positivamente na criação de alguns dos poemas do seu livro.
A sua poesia revela uma enorme criatividade e sensibilidade. Através dos poemas, o autor exprime aquilo que sente e que faz parte da sua vida. Ao mesmo tempo, como é descrito no prefácio, por Luís Raposo mostra-nos “(…) situações de um certo “folclore nacional”, que tantas vezes vai sendo esquecido, e que o autor mistura com uma visão gradualmente urbanizada, que foi adquirindo à medida que se fixou na cidade”.
O autor é também um apaixonado pelas artes, principalmente pela música, expressa também nos seus poemas como “Toca Guitarra Toca” e conta já com alguns dos seus poemas cantados com músicas que ele próprio compõe.
No final, os alunos presentes foram convidados a ler alguns poemas do seu livro e foi ao som da guitarra que o Pedro cantou um dos seus poemas, para desta forma encerrar as sessões.

segunda-feira, 5 de março de 2012

Comemorar o DIA DE S. VALENTIM

Para comemorar o Dia de S. Valentim, a Biblioteca Escolar, associou-se ao Projeto de Promoção e Educação para a Saúde e articulou as suas atividades com o Centro Social e Paroquial de Santa Catarina, no âmbito do projeto de estágio do curso de Animação Cultural e Educação Comunitária da nossa funcionária Ofélia Costa. A iniciativa contou, igualmente, com a colaboração dos educadores, professores do 1º ciclo, professores de Língua Portuguesa,  de Educação Musical e diretores de turma.

As atividades sugeridas, que tiveram como objetivo refletir sobre o amor e a importância dos afetos, envolveram os alunos do agrupamento, pais/encarregados de educação, professores, funcionários e os idosos do Centro de Dia do Centro Social e Paroquial de Santa Catarina, entre os dias 6 e 17 de fevereiro. Assim, e dando asas à imaginação, os alunos, com a ajuda dos professores, criaram frases sobre o amor que foram posteriormente utilizadas na confeção de um lenço dos namorados gigante. Para esse efeito, foi dinamizado, na biblioteca escolar, um workshop no qual participaram professores, funcionários e os idosos que ensinaram os alunos a bordar. Os educadores, professores do 1º ciclo e encarregados de educação do agrupamento, foram também convidados a pesquisar sobre a origem dos lenços dos namorados e a recriarem com os seus alunos/educandos um lenço em papel, que culminou numa exposição no dia 14 de Fevereiro. Os lenços considerados mais originais e criativos foram, o da Laura Marques do pré escolar da escola básica de Santa Catarina e o da Joana Granil do 3º ano da escola básica de Carvalhal Benfeito. Decorreu também um concurso de postais, aberto para todos os alunos, que puderam desta forma partilhar poemas e declarações de amor e amizade e do qual saíram vencedores os alunos Lara Coito, do 3º C, Catarina Simões do 5º A e Micael Faustino do 7º A. A comunidade educativa pode ainda visionar um P. Point sobre a história dos Lenços dos Namorados e assistir à atuação da turma do 5º A, que com o apoio da professora de música, cantaram a canção “Cinderela” de Carlos Paião acompanhada de Língua Gestual Portuguesa. Os alunos do pré escolar e do 1º ciclo vieram à biblioteca ouvir a história de Pedro Seromenho, “Felismina Cartolina e João Papelão - uma paixão de papel e cartão”. Para lembrar o Dia, foram oferecidos chocolates, no bar da escola, com o patrocínio da Bombondrice e confecionados, pelos alunos da Educação Especial, biscoitos em forma de coração, para acompanhar o chá do amor com os quais presenteamos os idosos que nos visitaram.






quinta-feira, 1 de março de 2012

PALESTRA: DIREITOS HUMANOS NAS OBRAS DE PAULA REGO E JUDY CHICAGO (opinião)

No dia 7 de Fevereiro de 2012, fomos à biblioteca para assistir a uma palestra sobre os Direitos Humanos nas obras de duas artistas famosas (Paula Rego e Judy Chicago). Quando lá entrámos deparámo-nos com o seguinte título: «VOTO DE NÃO SILÊNCIO». A professora e investigadora em arte contemporânea e museologia, Genoveva Oliveira, que está a desenvolver um trabalho de investigação entre a Penn State, EUA e o museu Casa das Histórias|Paula Rego, explicou-nos que nunca devemos calar a nossa indignação, nem voltar as costas ao que achamos que está mal. Devemos revoltar-nos contra as injustiças, defender os outros.  A professora Genoveva Oliveira mostrou-nos também um PowerPoint sobre os Direitos Humanos que finalizava com a análise de alguns quadros e exposições das duas artistas (Paula Rego e Judy Chicago). No geral a turma comportou-se bem e esteve muito participativa. Achei muito interessante porque fiquei a saber que, através da arte (música, pintura, etc.), se podem expressar sentimentos e muitas outras coisas, que nos fazem entender e questionar a nossa realidade do dia a dia.
Trabalho realizado por João Filipe Marques 6ºC nº13